Recanto dos Meus Versos!
Poesia, o oxigênio de minha alma!
Capa Meu Diário Textos Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato
Textos

UM DIA INCERTO

 

Quando chegar, enfim, o meu limite,

Um dia incerto, quando, certamente,

Adeus final darei a toda gente,

Num gesto em que a mudez, assim, permite;

 

Do meu estado, já, co' a vida quite,

Olvidado dos atos que o presente

Engendra nas pessoas, comumente,

Um desejo que sempre se remite.

 

Menção já não terei de nada mais,

O que passou, passsou; ficou pra trás...

Restando só aquela vã lembrança,

 

Rastro de um ser que esteve neste mundo,

E embora pobre e simples, foi profundo...

Retendo em si o amor e a esperança!

Isaías Ramalho da Silva
Enviado por Isaías Ramalho da Silva em 21/10/2021
Alterado em 21/10/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários